Matéria Revista Caras – Patologias Degenerativas em Jovens

Dor no Joelho não é normal!
23/12/2019
Correr na areia, na grama ou no asfalto?
23/12/2019

Matéria Revista Caras – Patologias Degenerativas em Jovens

Formado em Medicina pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) desde 2002, o Dr. Luís Cláudio Chagas é médico-cirurgião ortopedista especialista em joelho e vem acumulando em seu currículo alguns títulos, dentre eles estão o de Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) o qual conquistou no ano de 2009, o de Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho (SBCJ) em 2010 e o de Fellowship em Cirurgia do Joelho no IOT-RS, em Passo Fundo, no ano de 2009 e em Lyon na França com Dr. David Dejour, em 2010.

Atualmente, o cirurgião Ortopedista vem participando de eventos e congressos para aperfeiçoar cada vez mais as cirurgias e as formas de tratamento para solucionar os problemas causados pelas patologias dos pacientes. Ele que atende em Hospitais e consultórios da cidade de Salvador e interior da Bahia, escolheu se especializar na área de medicina esportiva e cirurgia do joelho, afirma que os jovens estão cada vez mais apresentando problemas no joelho por diversas causas. Muitos tendem a negligenciar os sintomas por acreditarem que, pelo fato de serem jovens, não terão problemas nos joelhos e isto muitas vezes acaba por acarretar diversos danos à articulação.

1. Qual a principal patologia degenerativa no joelho em pessoas mais jovens?

A principal é a Condromalácia ou Condropatia que pode acometer estruturas do joelho de forma isolada ou relacionada com outras patologias.

 2. Quais são as causas destas patologias?

Pode estar associada a três fatores: aspectos anatômicos do próprio joelho que force a articulação a um processo anormal e leve ao desgaste, a eventos traumáticos (Acidentes automobilísticos, lesões no esporte etc.) ou de forma idiopática (causa desconhecida).

 3. Quais são as alternativas de tratamento?

O tratamento pode ser feito com base em medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios por curto período, condroprotetores, como peptídeos de colágeno, Glicosamina, Condroitina e a Viscossuplementação (aplicação de Ácido Hialurônico diretamente no joelho para o alívio de dores por um longo período) bem como mudanças de hábitos de vida (Atividade física de baixo impacto para não agravar o quadro do desgaste).

4. Quais cuidados se devem ter para que os joelhos sem mantenham saudáveis por muito tempo?

 Manter hábitos saudáveis exercitando-se de forma contínua com orientação adequada para execução das atividades de forma correta e personalizada para cada biotipo, faixa etária, e capacidade muscular.

Em caso de qualquer desconforto o Dr. Luís Cláudio recomenda que seja feita uma consulta com o intuito de investigar o problema e iniciar um tratamento adequado.


Dr. Luís Cláudio Chagas Silva
Ortopedista Especialista em Joelho e Medicina Esportiva
CRM: 15714 | TEOT: 1179
Instagram: @drluisclaudiochagas
Facebook: Dr Luís Cláudio Chagas
Linkedin: Dr Luís Cláudio Chagas
Site: www.drluisclaudiochagas.com.br
Fotografias: Diego Salustiano

Link de acesso a revista digital: https://caras.uol.com.br/caras-mais/patologias-degenerativas-em-jovens.phtml

Open chat
Posso Ajudar?